Quem somos!

domingo, 24 de outubro de 2010

Verão chegando...


Aproveitando a moda e o tempo esquentando nossa sugestão de hoje é esse corpete tomara que caia.
Na foto optamos por uma saia de cintura alta rodada jeans e um top de cor forte, para saudar o sol e o verão que esta chegando. Mas o divertido é abusar da imaginação e adaptá-lo ao seu estilo!
Nos dias mais frescos é só jogar uma jaquetinha por cima que fica lindo, ou mesmo trocar a saia por uma calça mais solta como as estilo boyfriend, saruel ou pantalona!
Temos o corpete em diversas cores e estampas...
Gostou? Fale conosco através do email: lulile.lamego@gmail.com
Beijos e bom domingo a todas.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Bonita na hora de dormir!


Já falamos sobre a importância de estarmos lindas sempre...
Lembramos agora que estar linda em casa e na hora de dormir também é fundamental!
Afinal dormir de pijama ou camisola velhos, camiseta de propaganda e moletom, ninguem merece!!
Uma boa sugestão para dormir, é a camisola: feminina, de tecido leve (liganete), tem bojo, que define o colo, e comprimento logo acima do joelho. É uma peça linda e confortável!
Dormir bonita levanta o astral e faz com que você acorde de manhã de bem com a vida, independente de ter alguém do seu lado.
Afinal, você dorme com a pessoa mais importante todos os dias: VOCÊ!
Quer motivo melhor? Então capriche...

segunda-feira, 21 de junho de 2010

A Lingerie e o Universo Feminino



Com a criação do blog, temos pensado muito sobre o valor da Lingerie para o “Universo Feminino”.
Todas conhecem suas funções básicas, como a de proteger partes íntimas, sustentar e moldar o corpo. O que muitas vezes passa despercebido, é que elas impõem beleza e confiança à mulher. Afinal, de que vale usar uma roupa deslumbrante, se por baixo a lingerie é desconfortável ou velha? Estar linda, mesmo com aquilo que só você vê é fundamental para, de fato, sentir-se linda. O grande segredo da sedução está em se sentir confiante. Afinal, é sempre bom saber que por baixo daquele jeans usado no trabalho, ou aquele vestidinho usado na balada, tem uma poderosa lingerie. Na foto temos um conjunto de micro-fibra estampado, que é uma opção de conforto e irreverência.

A dica da semana é usar e abusar das lingeries e sentir-se bem em todos os momentos do dia!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Dia dos Namorados!


Quer surpreender seu amor no Dia dos Namorados?
Nossa dica é um presente que os dois possam desfrutar! Uma lingerie ousada e que molde o corpo feminino é a nossa sugestão! Ela pode fazer com que a mulher se sinta linda e sexy...e despertar nos homens fantasia e desejo!
O Espartilho é uma bela opção, pois é bem estruturado e feito de Tule Bordado, com a tanga fio, sinta liga e meia 7/8, o look fica completo!
Confira em nosso orkut mais algumas sugestões!!
Use sua imaginação, crie cenários inesquecíveis e torne os momentos a dois muito mais divertidos!
Beijos à todos! lulile

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Dia da Fera!



No bom ou no mau sentido, toda mulher tem seu dia de fera. Essa chamada fase bicho ultrapassa o estado de espírito feminino e aparece na moda. Zebras, onças, tigres, crocodilos, cobras, leopardos concedem suas estampas a diversos estilos. Sua beleza está nos detalhes. A dica é nunca misturar os bichos e investir numa única e poderosa peça! Presentes também nas lingerie elas podem revelar seu ar selvagem!
Confira algumas opções em nosso álbum no orkut!

domingo, 23 de maio de 2010

lulile e D'mony Moda íntima

Nós da lulile buscamos através da marca D’Mony, roupas íntimas que unem conforto, qualidade e beleza confeccionados com microfibra, rendas e algodão. Com uma coleção atual, a D’Mony oferece peças que envolvem todas as gerações e tamanhos.
Aqui você pode encontrar desde as peças íntimas para o cotidiano até aquelas para ocasiões especiais.
Defina seu estilo e busque em nossas opções conforto aliado a beleza e sensualidade!

A História das Roupas de Baixo Femininas Por CLAUDIA GARCIA

"Várias peças e acessórios usados pelas mulheres compõem o que chamamos de lingerie, as conhecidas roupas de baixo. Formada por calcinhas, sutiãs, cintas-ligas, espartilhos e algumas outras peças, a lingerie desperta todo tipo de fantasias. Segundo Freud, a relação do erotismo com as roupas íntimas nada mais é do que o fetiche, ou feitiço. Isso acontece quando a satisfação pessoal se dá através de objetos ou ornamentos.

O cinema e as revistas também ajudaram a criar um clima de sedução e fantasia, despindo as musas de suas roupas e deixando-as apenas com suas roupas de baixo, cada vez mais bonitas e elaboradas.
A lingerie passou por uma série de transformações ao longo do tempo, acompanhando as mudanças culturais e as exigências de uma nova mulher que foi surgindo, principalmente durante o século 20. A evolução tecnológica possibilitou o surgimento de novos materiais, que tornou a lingerie mais confortável e durável, duas exigências da vida moderna.

Desde o tempo das vestes longas, usadas até pouco depois da Idade Média, passando pela ostentação dos séculos 17 e 18, quando era usado um verdadeiro arsenal de acessórios por baixo das grandes saias femininas, até o início do século 20, a mulher sofreu horrores em nome da beleza e da satisfação masculina.
Os espartilhos, usados por mais de quatro séculos, causava sérios problemas à saúde, além do desconforto e da obrigação de ostentar uma "cinturinha de vespa". Os seios, foco da atenção por muito tempo, eram forçados para cima através dos cordões apertadíssimos dos espartilhos. Também as calcinhas, como são atualmente, passaram por drásticas mudanças. No século 19, eram usadas ceroulas, que iam até abaixo dos joelhos. O surgimento da lycra e do nylon permitiu uma série de inovações em sua confecção, que possibilitou até a criação de um modelo curioso nos anos 90: uma calcinha com bumbum falso, que contém um enchimento de espuma de nylon de vários tamanhos e modelagens.

Um acessório sensual muito usado na década de 20 foi a cinta-liga, criada para segurar as meias 7/8. Dançarinas do Charleston exibiam suas cintas-ligas por baixo das saias de franjas, enquanto se sacudiam ao som frenético das jazz-bands. Ainda nos anos 30, a cinta-liga era o único acessório disponível para prender as meias das mulheres, que só tiveram as meias-calças à sua disposição a partir da década de 40, com a invenção do náilon em 1935.

Espartilhos, meias de seda 7/8, ligas avulsas presas às cintas, continuaram sendo usados por muitas mulheres, mas não mais por uma imposição ou falta de opções, mas por uma questão de estilo ou fetiche, já que esses acessórios se tornaram símbolos de erotismo e sensualidade na sociedade ocidental.

A lingerie atravessou o século 20 sempre acompanhando a moda e as mudanças de comportamento. Quando a moda eram roupas justas e cinturas marcadas, lá estava o sutiã com armações de metal, cintas e corpetes para moldar o corpo feminino. Na década de 60, com a revolução sexual, o sutiã chegou até a ser queimado em praça pública, num ato pela liberdade feminina. Uma geração de mulheres afirmava, em 1980, não usar nada por baixo das camisetas ou de seus jeans, mas os tempos mudaram e a moda trouxe tantas novidades em cores, materiais e estilos, indo do esportivo todo em algodão, ao mais sofisticado modelo em rendas e fitas, que as mulheres chegaram a gastar mais em roupas de baixo do que em qualquer outro item de guarda-roupa ainda durante os anos 80.

A indústria de lingerie, que continua crescendo, aposta agora em alta tecnologia. É possível encontrar no mercado desde o espartilho no mais clássico modelo renascentista até o sutiã mais moderno, recheado de silicone, a última novidade."